sexta-feira, 1 de abril de 2011

Despertai


O Sol ainda não nasceu, a chuva faz seu som lá fora, you and me de Lifehouse toca no celular. Meus olhos se abrem, a rotina começa, é hora de levantar.

Subitamente aquela frase seguida por um ponto de interrogação me alcança o entendimento e tira-me o sono.

É hora de acordar.

[...]

O Sol se escondeu no horizonte, nós dormimos. Algumas vezes o Sol que se põe leva consigo a nossa esperança, a nossa fé. Somos capazes de estampar um sorriso nos lábios e fingir que tudo está bem, mas quando nos vemos frente ao espelho e finalmente tiramos as nossas máscaras diárias, sabemos que não estamos bem.

Fico a me perguntar quando vamos realmente acordar. Temos nos tornado sonâmbulos neste mundo. Vendemos verdades que não conhecemos, falamos de experiências em que não acreditamos, escondemos nossas dúvidas, nossos medos, nossos desejos, simplismente porque não conhecemos Aquele em que deveríamos acreditar, confiar. E não digo que deveríamos porque alguém disse que deveríamos e nós achamos conveniente, mas deveríamos porque corremos toda a nossa vida atrás de algum lugar onde podemos esconder nossas lágrimas, um lugar onde encontramos um abraço acolhedor, procuramos alguém a nos olhar nos olhos e que chore as nossas lágrimas, alguém que realmente complete este vazio que sentimos perfurar a nossa alma e que, apesar de tentarmos, não conseguimos esconder com pó compacto e rímel.

Quando falamos Dele, o que vem a nossa mente? Nós O conhecemos? Conhecemos Sua voz, Seu cheiro, Seu toque? Conhecemos a forma como se relaciona, conhecemos o barulho das sandálias a arrastarem no chão quando Ele está chegando? Conseguimos acreditar que existem muitas coisas que excedem o nosso entendimento? Nós entendemos que o maior sonho Dele é se relacionar conosco?

Talvez seja hora de abrirmos os nossos olhos, de levantarmos da cama e de vermos o mundo de forma diferente. Talvez seja a hora de vermos que existe algo além do Sol que se pôs no horizonte.

É hora de acordar.




E, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus.
Efésios 3.17-19